• Maisis Publicidade

Black Friday: história e origem

A Black Friday é como conhecemos a ação promocional realizada por lojistas na quarta sexta-feira do mês de novembro. A ação tem como objetivo reforçar as vendas de final de ano e surgiu nos Estados Unidos, sendo realizada no dia após o feriado do Dia de Ação de Graças. Até hoje não se sabe a origem do termo que dá nome a essa ação.


A Black Friday é uma ação promocional realizada por lojistas com o intuito de aquecer o consumo e a venda de mercadorias. Nessa ação, veiculam-se anúncios de grandes promoções e, assim, determinados produtos são vendidos a preços tentadores. Ela é realizada na quarta sexta-feira do mês de novembro.


O parâmetro para a realização da Black Friday é o Dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day), tradicional feriado norte-americano que é realizado na quarta quinta-feira do mês de novembro. A sexta logo após o feriado é então o momento em que as pessoas vão às ruas para aproveitar os preços tentadores de todo tipo de mercadorias, como os smartphones.


A liquidação de mercadorias após o Dia de Ação de Graças se tornou tradicional nos Estados Unidos durante o século XX. No entanto, a ação promocional dos lojistas passou a ser conhecida como Black Friday somente a partir das décadas de 1980 e 1990. Atualmente, é uma data consolidada e arrasta multidões para as lojas nos EUA.


O sucesso da Black Friday norte-americana chamou a atenção de lojistas de outros países, e a iniciativa começou a ser introduzida em outros mercados fora dos Estados Unidos, mesmo não havendo feriado como o Dia de Ação de Graças fora dos Estados Unidos e Canadá. Esse é o caso do Brasil, onde a Black Friday foi introduzida em 2010.


A Black Friday começou a ganhar força no Brasil depois de 2012 e atualmente é uma das ocasiões em que os lojistas brasileiros mais faturam com vendas. A prática se consolidou e muitos lojistas fazem as promoções pontuais no dia específico, enquanto outros tiram todo o mês de novembro para realizar diversas promoções. Atualmente o faturamento com a Black Friday no Brasil é bilionário.


O Dia de Ação de Graças é um feriado muito tradicional nos Estados Unidos e, como já vimos, lá é conhecido como Thanksgiving Day. Nessa data as pessoas demonstram gratidão por tudo o que elas têm, como amigos, familiares, saúde, etc.


A origem romanceada dessa comemoração remonta ao século XVII. Nessa ocasião, um grupo de colonos, chamados de peregrinos, tinha se estabelecido na região da Nova Inglaterra, nas colônias ao norte do atual Estados Unidos. Os colonos ingleses estavam sofrendo para obter o seu sustento e muitos adoeceram e morreram pela falta de alimentos. Assim, eles teriam sido auxiliados pelos wampanoag, uma tribo indígena local.


Os wampanoag teriam ajudado os colonos a como cuidar de uma lavoura na região, bem como a caçar e pescar. Em um outono, os colonos tiveram uma boa colheita e, agradecidos pela fartura, resolveram celebrar com uma festa. Os nativos wampanoag teriam sido convidados para participar da festa e teriam levado perus, prato típico dessa celebração atualmente.


A celebração teria se consolidado a partir daí, mas isso faz parte da tradição romanceada. A celebração do Dia de Ação de Graças aconteceu em momentos ocasionais no século XVII. Foi somente no século XIX que a festa se consolidou na forma como é realizada atualmente: com um jantar no qual a família se reúne para demonstrar sua gratidão.


De onde veio o termo “black friday”?


O termo “black friday” é bastante popular e é de conhecimento de muitos que ele se refere ao dia de liquidações de lojistas. No entanto, ninguém sabe como e por que esse nome foi atribuído ao dia de liquidações após o Dia de Ação de Graças.


Acredita-se que o termo foi usado pela primeira vez no século XIX e teve relação com um esquema criado por dois investidores para enriquecer. Jay Gould e Jim Fisk elaboraram um esquema para que eles controlassem o mercado de ações do ouro nos Estados Unidos. A ação era ilegal e contou até com suborno de um parente do presidente Ulysses S. Grant.


Os dois investidores conseguiram fazer o preço das ações do ouro disparar e enriqueceram, mas o governo interveio na situação e começou a vender o estoque de ouro que tinha guardado. Isso fez com que o preço das ações do ouro despencassem e muitos que tinham comprado para aproveitar a alta perderam muito dinheiro.


Os dois investidores conseguiram resguardar-se, vendendo suas ações antes que o preço caísse drasticamente. Eles nunca foram investigados pelo esquema e saíram ilesos de suas ações. O dia em que houve a queda drástica no preço do ouro aconteceu em 24 de setembro de 1869 e ficou conhecido como “black friday”, que significa, em uma tradução livre, “sexta-feira negra”.


Outra hipótese fala de uma revista da década de 1950 que chamou a sexta-feira após o Dia de Ação de Graças de black friday. A justificativa para o termo era que, de acordo com a revista, muitos trabalhadores agiam na sexta após o feriado como se fossem vítimas da black death, a peste negra em inglês, fazendo com que o dia fosse uma black friday.


A última teoria sugere que o termo black friday se popularizou na Filadélfia, cidade em que os policiais começaram a usar o termo para se referir à sexta após o feriado, porque era um dia que havia muita gente na rua e que o trânsito ficava sobrecarregado.


Fonte e texto: Mundo Educação